Agencia Venezolana de Noticias
 
Manuel Rosales afirma que, se for eleito, tomará posse na Assembleia Constituinte
Martes Noviembre 2017 - 09:54 AM

Caracas, 14 Nov. AVN.- O candidato ao governo do estado do Zulia pelo partido de direita Um Novo Tempo (UNT), Manuel Rosales, reconheceu que foi a Assembleia Nacional Constituinte (ANC), que convocou as eleições de governadores realizadas no dia 15 de outubro, e por isso, caso seja eleito, vai tomar posse perante esta instância plenipotenciária.

"Temos que dizer as coisas como são: quem convocou as eleições para governadores recentemente concluídas? A Assembleia Nacional Constituinte, e se você foi a essas eleições, estava reconhecendo que foram convocadas pela ANC. Então, como é que no final do caminho vai desconhecer o que no começo fez? Isso não tem sentido", destacou em entrevista concedida ao programa "Vladimir a la 1", transmitido pela Globovisión.

Rosales referiu-se à situação apresentada depois das eleições de governadores com Juan Pablo Guanipa, que se negou a reconhecer a ANC, requisito para tomar posse perante o Conselho Legislativo, que depois do lapso estabelecido, declarou a vacância do cargo. Por isso, o Poder Originário convocou novas eleições no estado.

Rosales afirmou que, se for eleito, não descarta prestar juramento à Assembleia Nacional Constituinte. "Farei o juramento onde seja", acrescentou.

"A ANC convocou as eleições de governadores. Não podemos dizer outra coisa", disse, destacando que diversas vezes conversou com Guanipa, que, segundo Rosales, fez pesquisas e reuniões que ratificavam que devia prestar juramento perante a Constituinte, e em várias dessas discussões "coincidimos em que havia que ser flexível".

"E eu lhe disse: o último que tem que fazer, e tem que pensar muito bem, é jogar este governo no lixo", mas, de acordo com Rosales, ele atendeu uma "ordem" de Caracas em vez de "atender o mandato do Zulia".